30/12/07





O AUXILIAR DE ACÇÃO MÉDICA DO SÉCULO XXI

Os Auxiliares de Acção Médica tem direito a ser tratados com dignidade. As leis laborais devem servir para fazer respeitar os seus direitos e clarificar os seus deveres, bem como ter em conta as suas dificuldades.
Os Auxiliares de Acção Médica são um dos grupos profissionais que lidam com os doentes. É urgente e fundamental que os AAM, a sua maioria com remunerações muito baixas, sejam um grupo mais reconhecido e uma imagem mais dignificante.Nos últimos anos, os diversos governos refugiaram-se nas políticas economicistas e só têm criado dificuldades no trabalho dos auxiliares. Embora se diga que há muitos auxiliares de acção médica, a verdade é que nos hospitais há falta destes profissionais, principalmente nos serviços de internamento. Por vezes, a falta destes elementos em número suficiente faz diminuir a qualidade do seu trabalho. Há tarefas que deviam ser levadas a cabo com mais tempo, com mais cuidados e como o tempo não pára, por vezes, os auxiliares têm que dar à perna o melhor que sabem e podem.
Actualmente os Auxiliares de Acção Médica já não são só mulheres. Também há muitos homens que exercem as mesmas tarefas das mulheres. Eles, sabem tão bem como elas, utilizar a esfregona para limpar corredores, enfermarias e limpar o que precisa de ser limpo.
Os Auxiliares de Acção Médica estão a entrar numa fase de mudanças na organização das suas carreiras. Há necessidade de dignificar este grupo profissional e dar formação adequada é um começo. A essa melhoria de formação deve-se juntar uma melhor remuneração, mais baseada nas qualidades de cada profissional, nas suas qualidades humanas, na sua vontade e intuição. O tempo da mão-de-obra barata deve passar à história. Os auxiliares devem manifestar-se contra as formas de trabalho que implicam a desumanização e perda de competência ou que nos impedem a possibilidade de formação.
Está a terminar o ano de 2007 e outro vem aí. Vai ser um ano de muitas mudanças no que diz respeito às carreiras e vínculos dos profissionais de saúde. Os Auxiliares de Acção Médica vão também estar na baila e ninguém ainda sabe como vão ficar quanto às carreiras, mas alguma coisa vai acontecer. Tudo o que seja para melhorar, profissionalizar, humanizar e reconhecer o valor dos auxiliares é por nós bem recebido.
Bom fim de Ano e um 2008 repleto de saúde, paz e amor.

65 comentários:

jotix disse...

Eu como aluno de Enfermagem achei o seu blog interessante, quer pelo facto de ser novidade para mim, quer pelo facto de valorizar a profissão dos AAM.
Parabêns pelo seu trabalho.

vanda disse...

os auxiliares de acção médica podem trabalhar em que?
ando a ponderar esse curso, mas por outro lado tbm nao sei qual o valor mensal atribuido aos AAM.

Espero que me esclareça

Gostei do Blogue

marlene disse...

sou auxiliar de accao medica e acho os salarios muito baixos, trabalhar por turnos e muito complicado,sou mae e quando posso estar com a minha familia e quando tenho de ir trbalhar, estou no serviço de obstetricia,maioria das noites somos nos que andamos e as enfermeiras empura nos o trabalho

nanda disse...

conheco varios AAM e nenhum deles esta contente com a forma como sao tratados, começando pelo salario (540€ base) e acabando no tratamento que têm... Ou se tem essa profissao ha mais de 20 anos, ou entao têm de trabalhar por turnos e muitas vezes fazer os horários de colegas que faltam sem pagar mais por isso.dão unicamente o direito a tirar essas horas, mas não é quando se quer...é quando eles deixam.
nao pagam horas extraordinarias e relativamente às ferias é melhor nem falar...
saliento tambem o facto de serem tratados como escravos de "alguns" enfermeiros, porque apesar de nao terem nenhum curso superior, sao pessoas, e têm vida propria como todas as outras!
enfim, é o país que temos...
por isso, se alguem com esta profissao tenha um tratamento diferente deste que referi, por favor diga-me qual é o hospital em que trabalham...

Anónimo disse...

Sou Auxiliar de A.M no Hospital
do Barreiro.

So kero fazer um desabafo trabalha-se mt e os ordenados sao baixos para as responsabilidades ke nos incutem,os chefes so exigem e os enfermeiros nao fazem nada sem nós.
Ficando o valor do Auxiliar mt aquém.

Cumprimentos a todos os Auxiliares

Anónimo disse...

Sou auxiliar de acção médica no hospital Pedro Hispano. Acho que aqui nos respeitam um pouco mais do que nos outros hospitais,no entanto muitos enfermeiros ainda têm por vezes a noção errada de que somos os empregados deles. A nossa profissão devia ser mais valorizada.Temos que lutar mais por isso e ser mais unidos. A união faz a força.

VS disse...

Boa tarde. Eu sou uma AAM do Porto. Venho fazer este comentario primeiro pk concordo perfeitamente com o que dizem sendo que neste momento pareço mais uma "carrasca" de alguns enfermeiros do que uma profissional acima de tudo. Agora respondendo ao que a sra.nanda disse, eu tenho mais a dizer, trabalho na unidade de oncologia, 8h por dia, nao faço turnos mas muitas horas extraordinarias. A remuneraçao que me é dada ao fim so mes sao 398.42€. Agora me digam como pode uma pessoa pagar a sua casa, agua, luz, telefone, etc... com esse dinheiro. E para não falar de concursos publicos porque se bem me lembro o ultimo que abriu foi ha 8 anos atras. Enfim... Quem precisa do dinheiro ao fim do mes tem de se sujeitar a tudo... Abraço a todos os colegas

AO disse...

Uma empresa de selecção de pessoal onde estava inscrita candidatou-me para AAm num hospital publico e informou-me que o salário á de 452€ + subs alimetação e q o horário é das 8h ás 16h. Também me disseram que as limpezas estão a cargo de uma empresa contratada pelo hospital para o efeito. Será que me estão a tentar enganar? Vós como profissionais será que me poderão elucidar. Obgdo!

Anónimo disse...

Sou Auxiliar há dez anos, estou cansado das noites ( mal pagas),de todo o trabalho que nos auxiliares temos com tão pouca gente,a trabalhar por turnos , cada vez somos menos.
Mas a administração não se importa com essa situação, havendo dinheiro para jantares e carro de borla e trinta e tres mil euros e alguns trocos não pode faltar no fim do mes.
um bem haja a todos

ana disse...

ola ando a procurar como tirar o curso de auxiliar de acçao medica sempre foi aquilo que quis foi trabalhar com alguma coisa relasionada com a saude sera que me podem ajudar a saber como ou onde posso tirar esse curso ? ficaria muito agradecida .parabens a todos AAM pelo voso trabalho.

ana pimanta disse...

ola ando a procurar como tirar o curso de auxiliar de acçao medica sempre foi aquilo que quis foi trabalhar com alguma coisa relasionada com a saude sera que me podem ajudar a saber como ou onde posso tirar esse curso ? ficaria muito agradecida .parabens a todos AAM pelo voso trabalho.

Anónimo disse...

Sou de Santarem e tirei o meu curso no IFP de Santarém, porque estava desempregada, tinha-me inscrito no apoio à familia e à comunidade porque ainda não havia cursos de AAM.
Concordo com tudo o que dizem dos cehfes e dos enfermermeiros, embora nem todos os enf. sejam todos iguais, nota-se algumas diferenças para pior nos enfermeiros mais novos e formados nas escolas particulares, estes ultimos não gostam de trabalhar muito! Pelo menos naquilo na higiene e conforto do doente. É pena que Portugal ainda esteja muito atasado em relação aos paises mais desenvolvidos da Europa ,porque lá as pessoas não entram para os serviços hospitalares sem terem formaçao adequada. Tem muita diferença!!! Os novos profissionais que entram sem formação,dos que entram com conhecimentos e dos que trabalham já hà muitos anos. Mas havemos de chegar lá!!!!! (BELITA)

Anónimo disse...

Olá,estive a ler com toda a atenção aos vossos comentários e na verdade, eu também tenho a categoria de Auxiliar de Acção Médica, mas não exerço nenhuma das funções que lhe compete, ou seja por lado, é uma forma de nos pagar menos, visto que trabalho na érea de marcação de consultas, análises, preparações de exames, e toda a parte de um Aministrativo, o que me parece também grave,somos descriminados, enxovalados, e mal tratados, como se nós tivesse-mos a culpa dos médicos faltarem ou não terem a consulta que procuram...
Trabalho numa instituição privada,ordenado base é 590€ e também faço muitas horas, mas aqui são pagas.
Bjs p/ todos

Anónimo disse...

bom dia. antes de mais parabens pelo blog.
sou AAM na unidade cuidados paliativos da rede. trabalhar com doentes terminais e mais um peso para todos os profissionais, a nivel emocional e muito pesado, temos nao so o doente mas tambem toda a sua famila e amigos debilitados que precisam de nÓs. nao ta a ser facil saparar a vida profissional da pessoal, chego a casa a pensar como a vida e injusta... A minha sorte, e que no meu serviço somos todos muito jovens, enfermeiros incluidos, a faixa etaria anda na media dos 25 anos. tenho sim, um bom ambiente de trabalho. aqui, nenhum enfermeiro nos trata como carrascos. somos uma familia, todos sabem as suas funçoes mas ninguem reclama de tiver de ajudar a fazer uma cama, a colocar um urinol ou ate mesmo de ir dar um banho sozinho enquanto a auxiliar esta na sua pausa do cafe. tenho noçao que nem em todo o lado as coisas funcionam assim. lamento que os auxiliares aindam sejam tratados pelos enfermeiros como seus empregados pessoais. parecem que tem medo que lhes roubemos o emprego!!!!!
força a todos os colegas

Anónimo disse...

sou aam,e gosto muito,muito da minha profissão,nem me imagino a fazer outra coisa.Não tenho muito tempo de serviço,apenas 10 anos,já trabalhei em medicina,u de avc,e agora numa unidade de cuidados continuados e paiativos.Tenho muita pena de constatar diáriamente que não somos valorizados,mas o certo +e que não me sinto inferior ao enfermairo,mas se houver luta se associaçoes e sindicatos para sermos reconhecidos,contem comigo,não baixarei os braços o meu,nosso trabalho é digno,e é feito com muito amor e dedicaçao

Anónimo disse...

Olá, sou AAM ou, como se diz agora, Assistente Operacional no Hospital de Évora. Estou nesta profissão somente à 9 meses e a cada dia que passa fico mais triste com os modos como sou tratada. Por vezes tenho vontade de virar as costas a tudo mas, depois penso em todos os doentes que posso ajudar, a todos aqueles a quem ponho um sorriso no rosto...
E no dia seguinte, lá estou eu a trabalhar.
o ordenado nem vale a pena falar 467€.

Anónimo disse...

Olá..tambem tenho as minhas queixas..más só na dureza do serviço(uma auxiliar para 10 camas..)e claro no salario( 490€+subsidios..).Estou numa unidade de cuidados continuados,adoro os nossos doentes,e a minha equipa de trabalho..nao me escravizam se calhar porque tambem nao deixo abusar..más que é duro é..e nao nós compensam por isso..é triste..porque sem nós nao há serviço..enfim..
Más tenho alma de "Madre Teresa de Calcuta" e sinto-me confortada quando um doente se sente bem graças a mim..o que interessa é o bem estar deles, porque um dia serei eu a precisar que alguem cuide de mim..e espero que esse alguem nao esteja a trabalhar só pelo o salario..porque de toda a maneira neste país todos os trabalhos e digo TRABALHOS nao sao tao bem pagos como os empregos..
Um bem haja a todos os colegas..

Anónimo disse...

ola,sou auxiliar de acçao medica e tambem concordo acerca dos salarios muitos baixos,por vezes a certas colegas tao de baixa de trabalho, temos que trabalhar por turnos pedaços pesados.Fazer tarde no dia e noutro dia manha e noite e para alem disso eu nao acho correcto de nao pagarem extradionarios,porque os enfermeiros e medicos sempre recebem extras e nos auxiliares nao,porque? Estou no serviço ORL/CP. o facto de serem tratados como escravos de "alguns" enfermeiros, porque apesar de nao terem nenhum curso superior, sao pessoas, e têm vida propria como todas as outras! MUITOS chefes E ENFERMEIROS deviam valorizar a profissao dos AAM.

Anónimo disse...

Sou AAM num hospital público, há 12 anos. Gosto muito do meu trabalho, embora muitos enfermeiros(que são os profissionais que trabalham mais directamente connosco)nos tratem como sendo inferiores e criados deles.
Pelo que ouço e sei,é sentimento geral. Cada vez nos delegam mais funções.Muitos acham que não tiraram o curso para se "sujar com os doentes". Tudo o que é sujo é para auxiliares.
Nós auxiliares, regra geral até gostamos do que fazemos.
Mas lamentamos que o nosso trabalho seja tão desvalorizado, até pelo proprio governo.
Governo que não aceita valorizar-nos, quer valorizar ainda mais quem nos há-de escravizar, como fazia há anos atrás.
Mas, a justiça há-de fazer-se e o nosso trabalho será reconhecido, mais cedo ou mais tarde!
Colegas unam-se e lutem!
Só assim conseguiremos os nossos objectivos.

Anónimo disse...

Eu estou neste momento internado No HSM e ja antes sentia uma atracção pela area de aam mas nunca soube de que forma me formar para a profissão..no entanto estando aqui e vendo a dedicação e simpatia dos aam daqui conjuntamente com a minha anterior vontade de ser mais vontade tenho d me formar nessa area..lamento apenas nao saber como o fazer na area de braga.

sofia disse...

olá a todos!
vivo no porto e estudo medicina veterinária mas estou interessada em fazer o curso de auxiliar de acção médica. será que me podem dizer qual/quais as melhores opções em termos de escolas de formação nesta zona? muito obrigada!

teresa disse...

Olá Boa Noite a todos os meus colegas AAM.
sou auxiliar de acção médica há já 33 anos, e concordo com todos os comentários que foram aqui colocados. também eu sinto que não somos valorizados pelo nosso trabalho, quanto aos enfermeiros, não sinto tanto o que voces sentem talvez por ser a auxiliar mais antiga no serviço e não deixar que abusem de mim, quanto aos doentes sinto que nos valorizam e até preferem ser reconfortados por nós auxiliares, daí haver muitas vezes conflito entre auxiliares e enfermeiros, pois estes não gostam, sentem que perdem importancia.
apesar de tudo gosto muito da minha profissão e sou feliz a exerce-la. Força para todos os colegas e para todos os que querem seguir esta bonita profissão.

Anónimo disse...

sou aux de acçao medica falao mal dos hospitais publicos e os grandes hospitais privados que se ititulao os melhores propoem um salario base de 450 eurosquando ganhao furtunas uma vergonha um deles e o hpp. abraço a todos

Daniel Machado disse...

Meus colegas A.A.M...tenho 25 anos e sou auxiliar a 8 anos...estou bastante por dentro de todos os problemas que rodeiam a nossa profissão e digo-vos desde já que é uma VERGONHA aquilo que fazem de nos...
-salários
-reconhecimento;
-abuso de poder;
-horarios de trabalho ilegais;
-delegação de tarefas

estes sao, entre muitos outros, alguns dos problemas que mais nos afectam, e que infelizmente ninguem parece combater....

Mas, meus caros colegas, porque falamos nos tanto nos serviços com os colegas, discutimos horarios e acções dos enfermeiros e/ou restante corpo clinico, levamos os nossos problemas laborais para casa( onde deveriamos passar o tempo com a nossa familia a falar de outras coisas), procuramos soluções na internet através de desabafos e troca de impressoes com outras pessoas...

MEUS AMIGOS E COLEGAS, ESTÁ NA HORA DE MOSTRAR QUE TEREMOS DE FUNCIONAR COMO EQUIPA MULTIDISCIPLINAR! TEREMOS DE MOSTRAR A ESTE GOVERNO QUE NÓS EXISTIMOS E SEM NÓS A SAUDE INDA FICA PIOR....ESTÁ NA HORA DE SAIRMOS A RUA E DEMONSTRAR O NOSSO DESAGRADO!! AMIGOS...VAMOS PENSAR NISTO E MOSTRAR QUE AS NOSSAS CARREIRAS NAO SÃO SIMPLESMENTE TRATADAS COMO DÁ MAIS JEITO ÁS INSTITUIÇOES! NOS TEMOS VALOR! TODOS PROTESTAM...PORQUE NAO HAVEREMOS NOS DE PROTESTAR TAMBEM? O MEDO ERA NO TEMPO DO SALAZAR! AMIGOS VAMOS REUNIR-NOS E MOSTRAR QUEM SOMOS, SEM MEDO NENHUM!!! POIS TENHO ORGULHO EM SER AUXILIAR DE ACÇÃO MEDICA E NAO ADMITO QUE BRINQUEM CONNOSCO!...

DIOGO313 disse...

EU GOSTAVA DE SABER ALGUMAS INFORMAÇOES.

COMO POSSO SER AUXILIAR DE ACCAO MEDICA .

SE E PRECISO TIRAR ALGUM CURSO ONDE .
SOU DO NORTE

GOSTAVA DE SABER ALGUMAS INFORMAÇOES .

MEU MAIL E DIOGOPEREIRA313@SAPO.PT

Anónimo disse...

boas, sou auxiliar de acção médica a cerca de 2 anos e sinceramente sinto me um " escravo" de enfermeiros que não querem trabalhar, que nos tratam como empregados, uma classe de merda desculpem o termo mas sinto me revoltado. a nossa profissão merece ser tratada de outra maneira porque não uma ordem como têm os médicos ou enfermeiros? deixo a minha pergunta no ar

Luciana disse...

Sou assitente dentária, o que gostava mesmo de fazer era ser AAM,sou do Porto e gostava que me ajudassem a encontrar um local onde tirar a formação, e como enviar a minha posterior candidatura para um centro hospitalar. Por favor contactem.me para o meu e-mail: lslucianamariasilva@gmail.com. Obrigada

Anónimo disse...

Olá, eu sou AAM há 4 anos num grande hospital do porto. Concordo com o que já foi "dito" por colegas, cada vez mais me sinto maltratada por certos enfermeiros, principalmente os mais novos, que pensam que somos criadas. É de lamentar que entre AAM e enfermeiros haja mau ambiente, pq no fim quem sofre é o doente. No meu serviço há rivalidades, intrigas e falta de compreensão. mas a sorte é que ate há bons enfermeiros, que para alem de nossos colegas de trabalho são também nossos amigos, mas como se trabalha por turnos nem sempre calha o turno maravilha em que pode estar o caos total mas se trabalha em equipa e tudo corre bem

anna disse...

ola ..eu estou intressada em tirar um curso de auxiliar medica , poderiam me dizer onde posso faze lo??
eu moro na cidade do porto .
todos os trabalhos sao de valorizar , e o vosso nao e excepção

Anónimo disse...

Sou AAM e realmente é uma desgraça estes salários, somos sempre os mais sacrificados, e o serviço mais dificil, pois também acredito que não há nenhuma instituição que zele pelos nossos interesses, nem consiga dar o valor ao nosso trabalho, era necessário a união entre todos da mesma profissão, para que se fizesse ouvir também a nossa voz. Pois pelas empresas de trabalho temporário que é o cancro deste País, nem as horas extras são remuneradas..A UNIÃO FAZ A FORÇA

Anónimo disse...

GRANDE VALOR A ESSES PROFISSIONAIS NA MAIORIA. NECESSITEI DESSES PROFISSIONAIS POR FORÇA MAIOR E REALMENTE É RIDICULO O ORDENADO QUE ELES AUFEREM DO TRABALHO COMPLICADÍSSIMO QUE LHES É DESTINADO. É REVOLTANTE NÃO SEREM RECONHECIDOS, COMO OS ENFERMEIROS, EMBORA NÃO SEJAM PORTADORES DUM CURSO SUPERIOR, SÃO TANTO OU MAIS RESPONSÁVEIS E COMPETENTES, PARA ALÉM DO SEU SERVIÇO NÃO SER RECONHECIDO POR SER O MAIS DIFICL E COMPLICADO. OBRIGADO A TODOS VÓS PELO TRABALHO DESEMPENHADO E INFELIZMENTE COM UM SALÁRIO CRUEL.

Anónimo disse...

sou auxiliar de acção médica´,e desde 2000 pertenço ao quadro funçao publica,amo o meu trabalho mas é com mta tristeza sentir q todo o nosso desempenho e amor nenhum valor tem,estou no hospital de santarem onde de tudo fazemos,alimentaçao,higienes,acompanhamos doentes a exames,ajudamos enfermeiros em tudo,levamos e trazemos doentes para bloco,tudo e ainda temos toda a limpeza dos espaços do doente para limpar,tanto mudamos uma fralda como andamos a limpar c uma espregona,para mtos doentes chama nos empregadas,pois é isso q somos neste hospital eté limpezas grandes fazemos ou sejas limpamos paredes,tectos e tudo mais,e digam me se será justo um ordenado base de 482.00?

Anónimo disse...

ola chamo me leta e sou AAM no IPO do porto e concordo com voçes em termos de salarios somos mt mal pagos!!
felismente estou num piso com equipas espetaculares ke se entreajudam e nao fazem destinçao de classe trabalhadora mas axo e nao percebo como é k em certos hospitais ganham mais e noutros ganham menos mas enfim!!

Anónimo disse...

não sei o porquê de tanta revolta contra enfermeiros...eu sou aluna de enfermagem nunca tive medo de trocar uma fralda mas se passar o turno a fazer isso é o aam que vai administrar a medicação?realizar penso a feridas?ressuscitar um doente?e o dinheiro todo que gastei no curso?e os anos?o aam gastou?então não comparem coisas impossíveis de comparar.cada um com as suas funções e todos a tarbalhar em equipa.

Nelson Carvalho disse...

Obrigado por este blog pois alerta realmente para o ridiculo salário para profissionais que dão realmente o seu melhor por quem precisa efectuam os trabalhos mais ingratos,e por vezes dedicam mais à vida profissional que à família. Eu não sou AAM, mas deparei numa vista a um familiar, realmente a forma desumana como são remunerados(é evidente que há execpções), UNAM-SE E EXIJAM, POIS O VOSSO TRABALHO É MUITO NECESSÁRIO NOS DOENTES E POR ISSO O GOVERNO DEVERÁ OLHAR PARA A SITUAÇÃO PRECÁRIA DESTES ÓPTIMOS PROFISSIONAIS..

Anónimo disse...

Eu sou enfermeiro, e não concordo em algumas coisas que são ditas aqui. eu nao faço escravo de ninguém. Cada um tem as competências lhe sao cabidas. Os medidos têm funções deles. os enfermeiros também. E os auxiliares tb !
cada um com a sua. Um enfermeiro mata-se a estudar durante 4 anos, num curso super exigente que é ! qual é o valor que nos é dado ? o salario base é 900 euros. e a responsabilidade que é.

Teresa Sousa disse...

Boa tarde, gostava de tirar o curso de AMM, onde se pode tirar na zona de Viseu ou Coimbra. Gostava de informação sobre os módulos do curso.
Com os melhores cumprimentos Teresa Sousa

Anónimo disse...

fico triste com estes comentários de enfermeiros e acho rídiculo o que aqueles que ainda nao acabaram o curso,pergunto eu...quando um doente está a vomitar,ou tém uma fralda suja,quem lha muda'quem lhe dá a alimentaçao'QUEM LHE DÁ A MEDICAÇAO ESQUECIDA EM CIMA DA MESA,NAO TEM NOÇAO DA REALIDADE MESMO,QUANDO TOCA UMA CAMPAINHA E SE ENCIONTRAM A DORMIR NAS NOITES QUEM LÁ VAI,PENSEM UM POUCO ANTES DE ESCREVER MENTIRAS

Anónimo disse...

na minha opiniao, enquando finalista de enfermagem, e pelo que tenho visto nos hospitais por onde passei, acho que muitas as equipas funcionam bem se cada um tiver em conta as suas responsabilidade. agora acho absurdo comparar as responsabilidades de uma pessoa que passou 4 anos num curso superior a pagar propinas cada vez maiores e transportes do proprio bolso para ir até aos campos de estagio para depois ir receber um ordenado bem abaixo do base para uma licenciatura. na minha opiniao aam estao nos hospitais para fazer o que o proprio nome diz, ou seja, auxiliar.

Anónimo disse...

eu sou auxiliar no hospital Egas Moniz em lisboa estou no 2ºpiso Medecina,ja trab em lares e outros empreg kmo a restauracao,e nunca tive vergonha de ser kem era até hoje. Nós somos o lixo dos emfermeiros e tudo o k puderem empurrar das funcoes deles para nós fazem no, nao nos olham kmo gente pk embora mais cultos k nós nao fazem o trab em condicões sem nós,se assim nao fosse nao estariam sempre a gritar por nós,e kmo se costuma dizer e mt bem cada macaco no seu galho, mas o respeito pelo ser HUMANO nao tem estatuto social e isso aprende se na escola da vida.por iss hoje th vergonha de dize ás pessoas k tenho vergonha do meu trab, adoro o k faco mas nao no sitio em k o faco

Anónimo disse...

Olá! Sou auxiliar no HOSPITAL DA LUZ e concordo com todas as queixas aqui escritas. Trabalho num Hospital privado mas os problemas são os mesmos: turnos a mais, ordenados que são uma vergonha, não pagam horas extraordinárias, auxiliares a menos... Como se isto não basta-se ainda nos tratam mal. Os enfermeiros acham que têm o Rei na barriga. Esqueçem-se que um dia podem ser eles numa cama de hospital e a precisarem de nós. E os chefes a mesma coisa... Querem que façamos tudo e sem reclamar! Já somos poucas auxiliares e quando falta alguma é um descalabre. Quando é que estes chefes/gestores/presidentes de empresas vão perceber que não se fazem omoletes sem ovos???????... enfim, isto é a vida de uma auxiliar. Quem ainda estiver a tempo, que fuja......

Anónimo disse...

seguindo essa logica, qualquer pessoa está sujeita a passar por uma cama de hospital, e os auxiliares nao se devem esquecer que nao sao excepção.
agora, acho é uma graça tremenda em como criticam enfermeiros de uma forma geral, já vi muito auxiliar de bracinhos cruzados á conversa durante os turnos.
acho abusivo fazer esse tipo de generalizaçoes, seja em que profissao for á sempre bons e maus profissionais

Enfª disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Enfª disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Boa tarde!!!

Se algum AAM não gosta do trabalho que faz que tirasse o curso de médico ou de enfermeiro, porque os AAM são frustrados e não gostam de fazer o trabalho deles, gostavam era de fazer o nosso..
Axo muito bem que sejam os AAM a fazer as higienes, a colocar arrastadeiras, a dar banhos etc, etc, etc... é para isso que lá estão. Se não etiverem contentes
com o trabalho que fazem tirassem um curso superior, foi exactamente o que fiz.

Anónimo disse...

Boa tarde!!!

Se algum AAM não gosta do trabalho que faz que tirasse o curso de médico ou de enfermeiro, porque os AAM são frustrados e não gostam de fazer o trabalho deles, gostavam era de fazer o nosso..
Axo muito bem que sejam os AAM a fazer as higienes, a colocar arrastadeiras, a dar banhos etc, etc, etc... é para isso que lá estão. Se não etiverem contentes
com o trabalho que fazem tirassem um curso superior, foi exactamente o que fiz.

Porque então se nós enfermeiros vamos estar a fazer o trabalho dos auxiliares para que haverem auxliares? Para encherem espaço?

Anónimo disse...

um conselho! Os frustrados são aqueles que não se aguentam com os comentários dos insatisfeitos pela segregação feita por Vossas Excelências os senhores enfermeiros que não se aguentaram com a critica.Não esqueçam que a critica é só mesmo para os que se sentiram atingidos. Gostei da impetuosa mesquinhês do, se quiser, e porque não, se o faz tão feliz, Sr. Dr. enfermeiro da não sei quantas, que tirou um curso superior, vejam lá o inteligente, o ser superior sentiu-se! ops

Anónimo disse...

se calhar para ser enfermeiro basta os papas pagarem os vicios dos meninos

Anónimo disse...

para esse Sr. Doutor,que secalhar nem isso é,que se ofendeu,eu tou a estudar em Lisboa,a tirar medicina,estou neste momento a estagiar no hospital da minha area de residencia,e digo-lhe que se nao forem as vezes os AAM a fazerem-nos,o que pedimos ao enfermeiros,nunca mais saimos da sala de analises(por exemplo).e digo-te mais,se te achas tao Sr. Doutor,experimenta trabalhar para pagar os teus estudos,em vez de andares na boa vida,e nos copos,e os paizinhos a pagarem tudo,com oa maior parte dos alunos de Enfermagem.
e se queres tanto ser importante,tira Medicina e nao Enfermagem...

Anónimo disse...

sou auxiliar de aççao medica agora com outro nome que a mim nao me diz nada . sou ha 17 anos .. trabalhamos como escravas ,pelo menos sem respeito algum e muito menos consideraçao.. so tenho pena e que trabalho nisto por amor ..e isso por amor porque eu amo o que faço . desde 2004 que esperamos que os sr. politicos nos aumentem tanto de ordenado como de categoria .mas nada nem nunca mais vale a pena pensar em tal coisa .e sabem quanto ganho 518eur. estou cansada estou desmotivada mas vou continuando .so gostava que ouve-se uma greve de auxiliares por todo o pais sempre gostava de ver o que seriam dos sr. enfermeiros sem nos ja nao falando tamb nos medicos . 08-07-2011

ANONIMO disse...

acho impressionante o falta de caracter de algumas pessoas aqui no blog. ao ler certos comentarios fazem me ter vergonha do portugues no geral... hoje em dia so tira curso universitario que tem pais que podem ajudar, eu estou a tirar um curso de AAM, e estou a gostar, o probela de Portugal reside no facto de um enfermeiro se achar um médico, mas nao o é... e sabem porque? porque a media do secundario era BAIXAAAAAAAAA
LOOL

Anónimo disse...

Infelizmente eu com apenas 22 anos já fui submetido a 4 cirurgias, e 6 internamentos, maioritariamente no Hospital de Santa Maria, Lisboa.
à um ano tive uma amigdalite, 2 dias depois dei entrada com um enfarte nas urgências, ou seja internamento, 2 dias depois de ter sido internado, comecei a sentir-me péssimo, uma sensação horrível, carreguei num botãozinho para chamar alguém.
Veio uma AAM, e eu disse o que se passava, e disse que ia logo chamar uma enfermeira, veio 3 min depois, a dizer para esperar, 20 min depois nada, 30 min nada. quando vi que não aguentava mais chamei de novo e a mesma auxiliar, foi chamar e lá veio a Srª enfermeira (Ensonada! Disse.me mais tarde a auxiliar que ela estava a dormir!) Em suma, eu estava com a tenção a 20,1...
Depois é que ela acordou para a vida. Fiz queixa, e não soube o que aconteceu, e quando me vim embora, fui uma a uma auxilar agradecer e dar 2 beijos pela simpatia e pela conversa dada, porque tanto tempo num hospital só queremos um pouco de atenção nas horas que nao existem visitas.
Da Drª nunca tive uma queixa, foi do mais simpatica que encontrei!
Sempre sempre para ajudar!
Mas um bem haja a todos os AAM, e não se esqueçam, estão ali para trabalhar, não para que gozem ou que mal tratem as suas pessoas. façam trabalho com sempre fizeram, fassam sorrir sempre imensos doentes, e se no caso de doentes terminais, se forem com mais um sorriso ainda melhor. =)
E atenção, não estou a falar mal de enfermeiros, já vi enfermeiros mais simpaticos de AAM, é como tudo na vida, umas vezes a mais outras a menos, mas Auxiliares serão sempre o suporte dos doentes.
Mas é como se estivessemos a comer um bolo, só pensamos que é bom, mas durante a noite um pasteleiro teve a trabalhar enquanto a mulher e filhos dormem... Classes pobres nunca terão o mesmo direito e os mesmos olhos. é triste :S

caluxagold disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
caluxagold disse...

Boa Tarde,

Por gostar de cuidar, por ter paciência, venho tentando junto aos lares trabalhar como auxiliar de idosos ou doente mas acredito que terei mas êxito se fizer esse curso de AAM. Gostaria de saber se a idade é uma barreira para começar nessa profissão, se o curso é caro e o tempo de duração.
Adorei descobrir esse blog. Parabéns!
Super obrigada.
Carla

Anónimo disse...

Os enfermeiros são os maiores frustrados à face da terra.
Para quem veio aqui gabar-se de ter um curso superior, por acaso também tenho um curso superior de 5 anos e tive que me sujeitar a trabalhar como assistente operacional num serviço de internamento. Nunca pensei vir a conheçer enfermeiros tão f.d.p, que negligenciam os doentes, ficam a dormir nas noites, e precisam da ajuda do auxiliar para tudo mesmo quando o auxiliar está cheio de trabalho. Gritam com os doentes, olham de alto para nós e acham-se superiores. Acho muito bem que só ganhem 1000 euros, até é demais para o que fazem!!!! Ciumentos e mesquinhos não podem ver um doente a falar com um auxiliar e acham que uma pessoa têm alguma pretensão de ser enfermeiro! CUREM-SE SEUS IDIOTAS. Cada um com as suas competências, vocês é que são desumanos, qualquer merdinhas que ainda nem tem o curso, vai estagiar ainda como aluno já com a mania que é superior. VOU ADORAR O DIA EM QUE OS ENFERMEIROS TENHAM QUE SE SUJEITAR À ESFREGONA. Tenho raiva do que já me fizeram passar SIM!

Anónimo disse...

sou auxiliar na rede de cuidados continuados de media ja sou auxiliar a 15 anos e estou triste p ois cada vez menos temos valor.sertos enf axam ke eles podem tudo desde nos rebaixar muitos turnos pouco salario e muito trb .aki ate a loiça das refeições temos de lavar . kando por lei não é permitido entrer nas cozinha com a mesma farda ke se tem no cerviço interno mas nos vamos e arrumamos roupa hospitalar e dos doentes .tendo de ir buscala a lvadaria mais uma vez com a mesma farda.mas o mal não vem so deles mas sim de cima!

susana mesquita disse...

è de lamentar certos comentarios desses merdas de enfermeiros ,que pensam por andar a estudar e os seus papas pagarem o seu curso pensam que quando tiverem o canudo já sao os donos do mundo.
HORRIVEL FALTA DE RESPEITO COM O PROXIMO.tinha vergonha de tirar um curso de enfermagem e penasr no dinheiro que gastei.Sabem o que isso demonstra?Nao tiveram capacidade para medicina e agora querem mandar no trabalho mais digno que ha.(ajudar o proximo)

Anónimo disse...

É muito triste na realidade!os Enfermeiros do hospital do barreiro! fazem dos auxiliares um monte de lixo.Tive por varias vezes o meu Pai internado no ultimo internamento quase três meses em todos esses serviço e fico indignada como são tratados os auxiliares. que são quem trata melhor os deontes. já vi mesmo uma enfermeira a bater num doente. e uma colega mandar essa mal formada ficar calma o meu pai estava num quarto 29 e esse tal sr... que levou porrada posso mesmo dizer assim estava no quarto 28. essa tal mal formada tem o nome de Guida.... assim lhe chamam. pena não fazerem o mesmo que ela faz. Mas o Chefe deve andar a leste disto tudo. só espero que meu pai não volte a entrar em cirurgia para não ser mal tratado pelas enfermeiras/os auxiliares sim sempre o cuidaram con dignidade e respeito. pena não os repeitarem como merecem.E MUITO DORMEM OS ENFERMEIROS NESSE SERVIÇO SE OS AUXILIARES NÃO FOREM AS CAMPANIHAS OS DOENTES BEM PODEM MORRER A ESPERA DOS DITOS ENF QUE ESTUDAM 4 ANOS PARA NADA FAZEREM .A NÃO SER MADAREM OS FILHOS DOS OUTROS. É MUITO TRISTE MAS É A VERDADE.Só gostaria de alguem ter a consciêcia de ver como correm as coisas na cirurgia geral parem passoas tão vagas cem miolo e cem sentimentos....HOooo senhores/as de farda branca acordem e respeitem todos a vossa volta por favor.

Anónimo disse...

Meus colegas A.A.M...tenho 32 anos e sou auxiliar já anos...estou bastante por dentro de todos os problemas que rodeiam a nossa profissão e digo-vos desde já que é uma VERGONHA aquilo que fazem de nos...
-salários
-reconhecimento;
-abuso de poder;
-horarios de trabalho ilegais;
-delegação de tarefas

estes sao, entre muitos outros, alguns dos problemas que mais nos afectam, e que infelizmente ninguem parece combater....

Mas, meus caros colegas, porque falamos nos tanto nos serviços com os colegas, discutimos horarios e acções dos enfermeiros{falo pelo hospital do barreiro pois nuiguem nos respeita os enf... não querem limpar os doentes e ainda viram os doentes para nós limpar-mos pq tem nojo do doente .Pois este tipo de atitude dos enf só mostra que está na profição esrrada.!!! já estive em varios serviços do Hospital do barreiro e na verdade o que vejo é os doentes a serem mal tratados no turno da noite nem se fala. pq os DITOS SR enf queremmmmmmm é durnir e durmir , e o auxiliar que ande de doente em doente . onde realmente mal tratam doentes e a seguir a nós AAM. onde mais mal tratada fui no hospital do barreiro foi em cirurgia e no serviço ambulatorio epaliativos, e outros que não vou citar.tem enfermeiras que são umas cabras .pois não tenho outro termo para lhes aplicar. felizmente já não me tratam mal. a seguir aos enf vem o herminio e restantes da matilha que só nos sabem lixar a vida pois não nos respeito sempre com ameaças e maus tratos. é muito triste trab com gente assim mal de quem precisa de pão para criar os filhos. mas um dia eles vão entender que tb tem uma cama de hospital para toda essa cambada de mal formados .e só tem um prazer na vida trar,nos mal mesmo que tenhemos uma consulta ou outro problema de saude temos de andar de joelhos para nos deixarem ir ao medico. e depois ainda temos o Heminio a ameaçar que nos despede alto e bom a fazer BULIG com quem ja é espezinhado por todos:( é muito triste realmente tudo o que se passa neste HOSPITAL.Haja quem ponha mão nésta situação.

Filipa disse...

Bom dia a todos

Eu sou enfermeira há cerca de três anos e devo dizer que concordo com muitas das coisas que foram aqui ditas por AAM: tb acho que ganham mto pco para o trabalho que têm, sobretudo em determinados serviços que são bem pesados e toda a gente o sabe.
Por outro lado, discordo completamente quando dizem aqui mal dos enfermeiros. Não existem enfermeiros que "escravizam" os AAM, há sim pessoas mal formadas e mal educadas que é uma coisa completamente diferente. Mas acho que cabe a cada profissional saber quais são as suas funções e não deixar que outros profissionais abusem. Muita gente aqui falou sobre a delegação de tarefas, mas em certa parte acho isso um absurdo porque como alguém disse e bem, são auxiliares... pelo menos eu já dei muito banho sozinha, já pus muitas arrastadeiras e urinóis, já dei muitas alimentações, não viro o rabo de ninguém intencionalmente para o outro limpar e aquilo que posso fazer sozinha eu faço porque tb compreendo que as pessoas podem estar ocupadas com outras coisas ou até nas suas pausas - a que têm direito como é obvio... Mas também já vi muitos AAM sentados, a fumar, a demorar mais tempo fora do serviço só porque lhes apetece e a mandarem-me fazer coisas que são da competência deles enqto eu tenho as minhas para fazer... e quem é que prepara e administra a medicação? E quem é muda pensos? Quem é que colhe sangues? Assim cm tb existem AAm no meu serviço que, o dte toca a meio da noite e quem lá vai sou eu para pôr um urinol ou mudar uma fralda, porque a AAM mandou a pessoa urinar na fralda porque n lhe apeteceu ir buscar um urinol... tenham paciência...
Colegas - sim, porque digam lá o q disserem eu considero AAM meus colegas - vamos lá a ter paciência mas cada um tem as suas coisas para fazer... se acham que os enfermeiros abusam de vocês, então têm de se informar de quais são exactamente as vossas competências em determinado serviço e fazerem-se respeitar. Agora uma coisa tb é certa, se alguma coisa corre mal no vosso trabalho - por exemplo se algum doente sofre alguma lesão ou morre como tb ja aconteceu - quem paga são os enfermeiros pq a responsabilidade é NOSSA! Talvez tb muitos enfermeiros tb se esqueçam disso... e dps as coisas correm mal...
Ah e por último, nem todos os enfermeiros passam as noites a dormir... pelo menos eu e muitas colegas minhas andamos de meia em meia hora com uma lanterna a percorrer todos os quartos e vamos às campainhas alternadamente... enqto alguns auxiliares estão deitados e quase que têm de ser arrastados para fazer alguma coisa.
Independentemente disto tudo, volto a dizer não há "enfermeiros" e "auxiliares" maus. Há bons e maus profissionais como em todo o lado. E eu tenho mto bem a dizer de certos auxiliares com quem trabalho e tenho mto orgulho e mto prazer em trabalhar com eles.

Cumprimentos a todos

Carina disse...

Boa Noite a todos!
Li com atençao todos os vossos comentarios e realmente nada como trabalhar na área para poder falar da realidade de AAM. Fui a uma entrevista para este cargo num hospital privado mas depois de ler tudo isto fico receosa em continuar a minha decisao. Fui informada que teria um horario rotativo e por turnos e tambem um dia de folga e outro de descanso. Alguém me poderia esclarecer que tipo de 'descanso' é este? Não tenho o curso e mesmo assim fui selecionada, o que me fez crer que afinal qualquer pessoa exerce esta profissao sem ter alguma formaçao. O vencimento ultrapassa o que aqui vi descrito por vós mas mesmo assim o que interessa principalmente é gostarmos daquilo que fazemos. O que acham desta profissao,não existe reconhecimento por parte dos outros profissionais? De uma forma geral o que faz um AAM afinal?
Espero que a situaçao melhore para todos.
Um bem haja :)

Anónimo disse...

Senhores Doutores Enfermeiros. Os estudos nunca foram proporcionais à cultura. Tenho 60 anos, sou assistente operacional a exercer funções de coordenador noutro espaço sem ser enfermaria. Tenho formação académica e varios cursos de formação inerentes à profissão. Infelizmente aufiro mensalmente 518 euros.Em Portugal, sempre se preocuparam em dar valor aos que tem DR é por isso que temos neste pais administradores a ganharem 12 mil vezes o ordenado mínimo. Eu tenho o imenso carinho pela V. classe, onde tenho imensos amigos mas penso que V. Exªs devem aprender a serem mais Humanos para com os Auxiliares. Parabens ao estudante de medicina que provavelmente já será Doutor pelo seu comentário.

Anónimo disse...


Anónimo disse...

Deixa-me muito a desejar, trabalhar a onde trabalho, pois faço o meu serviço de Auxiliar e o serviço de Enfermagem, só me falta dar Injeçôes e tirar sangue aos doentes.
Os senhores Enfermeiros, naquele Hospital, parecem Doutores.
Coitadinhos, muitos ainda somos nós que os temos que ensinar a fazer certas coisas...
Depois ainda dizem,com grande Lata que nós não fazemos nada.

Anónimo disse...

ANONIMO
Sou auxiliar de acção medica,e acho os salarios muito baixos,trabalha-se muito,mas ninguem nos dá valor.Estou muito revoltada da maneira como somos tratadas pelos enfermeiros.Trabalho á 10 anos no hospital.Gosto muito do meu trabalho,tratar de doentes,é um trabalho muito valioso,e com muita responsabilidade,só os ordenados não são valiosos.